quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Células-tronco embrionárias: Fim da polêmica


Células-tronco embrionárias: Fim da polêmica




Uma ótima notícia é a recente premiação ao Nobel de Medicina concedida a dois grandes pesquisadores e que põe fim a uma polêmica que nunca deveria ter sido iniciada: a imoral utilização de células-tronco embrionárias.
Os doutores John Gurdon, de 79 anos, do Instituto Gurdon, em Cambridge, e Shinya Yamanaka, 50 anos, da Universidade de Kyoto, descobriram formas de desenvolver tecidos que se comportam como células embrionárias, eliminando a necessidade de colher embriões humanos.
“Essas pioneiras descobertas alteraram completamente nossa visão sobre o desenvolvimento e especialização das células”, disse em nota o comitê que concede o Nobel, ligado ao Instituto Karolinska, de Estocolmo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário