domingo, 10 de junho de 2012

O escritor brasileiro Nelson Rodrigues afirmou que “o grande acontecimento do século XX foi a ascensão espantosa e fulminante do idiota”.


Rir é o melhor remédio

by O. Braga

"Parece piada, mas juro é verdade. Neste governo, aliás, o que não tem faltado é verdade que parece piada. Espantado com a informação enviada pelo comentarista Marlon, fui conferir no Diário Oficial da União. E lá estava a Lei n° 12.605, de 3 de abril de 2012, que “Determina o emprego obrigatório da flexão de gênero para nomear profissão ou grau em diplomas. O texto diz o seguinte:
A PRESIDENTA DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:
Art. 1°. As instituições de ensino públicas e privadas expedirão diplomas e certificados com a flexão de gênero correspondente ao sexo da pessoa diplomada, ao designar a profissão e o grau obtido."
Reparem bem no ar bem divertido do articulista [Augusto Guzzo]: colocado perante o absurdo, ele assume a atitude mais correcta: rir!
A Esquerda costuma dizer que “a ironia pertence à direita, e o humor pertence à esquerda” — nem poderia estar mais de acordo: a esquerda ou o politicamente correcto, é o humor personificado, a histrionia com nome próprio. Esquerda e humor não são apenas sinónimos: são a mesma coisa.
Quando o escritor brasileiro Nelson Rodrigues afirmou que “o grande acontecimento do século XX foi a ascensão espantosa e fulminante do idiota”, não estaria talvez a prever o descalabro a que chegou o início do século XXI. Ao ler este texto de Augusto Guzzo, ri-me sozinho às gargalhadas; quem me estivesse a observar, de longe, certamente diria: “aquele indivíduo é de direita!”
Recomendo a leitura.
 
 
Divulgação:

http://cultura-calvinista.blogspot.com

http://metodologiadoestudo.blogspot.com

http://direitoreformacional.blogspot.com

http://biologiareformacional.blogspot.com  


VÍDEOS INTELIGENTES:

http://academiaemdebate.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário